GDPR Cookie Consent by FreePrivacyPolicy cevarGado

Notícias & Destaques

Vale de Leandro-Agro-Pecuária, Lda.

Vale de Leandro-Agro-Pecuária, Lda.

A Vale de Leandro – Agro-Pecuária Lda. está instalada no lugar de Leandro, na freguesia de São Pedro de Fins, concelho da Maia. Foi constituída em 2008, tendo como atividades principais a criação de bovinos e a produção leiteira. Possui atualmente um rebanho de 470 animais, dos quais 200 vacas em lactação, todas em sistema robotizado de ordenha. Há já bastantes anos que trabalha no apuramento genético da manada, com vista à melhoria da produtividade e da rentabilidade do negócio. Adicionalmente, preocupa-se em manter a atividade ambientalmente sustentável e promotora das boas práticas agrícolas que protejam o ambiente que a rodeia. Por isso, a procura constante de novas tecnologias e o aperfeiçoamento do maneio é uma realidade diária. Todas as pessoas que integram a força laboral têm um ponto em comum: melhorarem diariamente a forma de trabalhar com o objetivo de proporcionarem mais conforto e comodidade aos animais sob a sua responsabilidade, minimizando a pegada ambiental da Exploração.

Ao longo dos anos o negócio tem vindo a crescer, fruto do esforço interno, mas também da escolha criteriosa dos parceiros com quem colaboram nas diferentes áreas de atividade. Uma Exploração leiteira é um intrincado aglomerado de atividades, desde a área agrícola, com a produção de forragem para consumo dos animais, à área da nutrição, passando pela área da reprodução e melhoramento genético e pela área da higiene e sanidade animal. Para que o sucesso aconteça é necessário que todas estas áreas funcionem com a coordenação perfeita e sejam apoiadas por parceiros com competências demonstradas no terreno.

Em janeiro de 2020 a Vale de Leandro – Agropecuária Lda. selecionou a cevarGado para parceira na área da alimentação e nutrição dos seus animais. A fasquia não era baixa, pois o trabalho que vinha sendo desenvolvido era bom e os resultados não desapontavam. Contudo, sentiam que poderia ser melhorada: “Atendendo às condições de estabulação, ao maneio e à qualidade dos alimentos estávamos convencidos que seria possível ‘esticar’ um pouco mais a produtividade” afirma o Filipe Soares , sócio-gerente da Exploração. A cevarGado, empresa que já leva muitos anos de atividade nesta área, aceitou de imediato, até porque são os desafios que a movem e a fazem avançar.

O início do trabalho começou com o estudo das práticas de maneio e o conhecimento da qualidade das forragens da Exploração. As análises às forragens acabaram por mostrar aquilo que já se esperava; as silagens apresentavam muito boa qualidade. “Sempre procuramos fertilizar adequadamente as parcelas e utilizar variedades de plantas que nos proporcionem boa produção de matéria verde, mas que maximizem a qualidade da forragem.” afirma o Eduardo Soares , também sócio-gerente. Após esse levantamento foram elaboradas as diferentes dietas, de acordo com o estádio fisiológico dos animais. Foi dada especial atenção às vacas em lactação, devido ao interesse em não prejudicar a sua produtividade. “Com uma média próxima dos 40kg/dia as alterações têm de ser graduais, permitindo a adaptação dos animais e não prejudicando a sua produção e saúde.” afirma Manuel Diogo , Eng.º Zootécnico na cevarGado e nutricionista da Exploração. Toda esta preparação revelou-se positiva e fundamental já que as vacas ultrapassaram toda a fase de adaptação sem grandes problemas.

O passo seguinte foi eliminar os constrangimentos à ingestão voluntária para que as vacas não tenham problemas metabólicos, mantenham um número elevado de visitas e consumam a quantidade desejada de granulado nos robôs. A silagem de milho apresentava um corte longo e era utilizada alguma silagem de erva, fornecendo bastante fibra efetiva para suporte da ruminação. Por essa razão, e após várias determinações da quantidade de fibra efetiva na manjedoura, a palha foi retirada da dieta das vacas em produção. “Sempre tivemos como objetivo eliminar a palha da dieta destas vacas, pois é um alimento nutricionalmente pobre e que não ajuda no trabalho diário de produzir leite.” admite o Eduardo Soares.

Muitas outras alterações foram realizadas ao nível alimentar, quer nas vacas em lactação, bem como noutros lotes de animais (nas novilhas gestantes, nas vacas secas, etc) sempre com o mesmo objetivo, maximizar a ingestão no pós-parto; “É fundamental que estas vacas não percam o apetite no arranque da lactação porque, com produções superiores a 50kg/dia ao fim de 15 a 20 dias de lactação, se não comerem é quase certo que sofrerão algum distúrbio metabólico, que poderá ter consequências desastrosas para elas.” afirma o Eng.º Manuel Diogo.

Todas estas alterações que foram sendo introduzidas no maneio alimentar da Exploração tiveram como resultado uma melhoria marcada na produtividade e na saúde das vacas, bem como na qualidade do leite entregue à AGROS; “É bom poder observar que, apesar das vacas produzirem mais leite, estão mais estáveis, sem problemas digestivos visíveis e mais ativas” confessa o Sr. Américo Soares. E um exemplo dessa estabilidade é a VL Dorcy 845, vaca de 2ª lactação, que obteve uma produção de 19.557kg aos 305d (dados fornecidos pela ABLN) tendo ficado gestante aos 70 dias pós-parto, quando estava a produzir 77kg/dia (média de 7d). Mas para que as vacas tenham uma produtividade elevada é necessário que a reprodução apresente índices bons de desempenho; “Procuramos minimizar o intervalo Parto-IA Fecundante porque, desta forma, acabamos por melhorar os índices reprodutivos mais importantes” reitera Filipe Soares. Comparando com o histórico, os índices reprodutivos mantiveram-se próximos dos obtidos nos anos anteriores. A menor perda de condição corporal das vacas no pós-parto, mas também o equilíbrio minero-vitamínico da dieta terão exercido uma ação fundamental na obtenção destes resultados.

Com um ano completo de trabalho na exploração, a produção média ao longo de 2020 foi de 40,7kg/vaca/dia (ver Gráfico ), com 3,60% de Gordura e 3,16% de Proteína no leite entregue. “Foi um ano bastante positivo, provando que a escolha do parceiro foi a correta. Sentimos que poderemos colocar desafios mais exigentes ao negócio porque a cevarGado é o parceiro certo para nos ajudar a ultrapassá-los. E com a regularidade que tem sido estabelecida no contacto, sabemos que estaremos sempre em sintonia na tomada de decisões.” afirmam os sócios da empresa.

Imagem 2 Leandro-Agro-Pecuária, Lda

Gráfico Leandro-Agro-Pecuária, Lda

Preservar a qualidade na Carne Arouquesa

Preservar a qualidade na Carne Arouquesa

O 1º Workshop para criadores do Projeto Preservar a qualidade na Carne Arouquesa foi realizado no dia 14 de setembro de 2020 no Auditório Municipal de Cinfães com o tema “Ensaios de crescimento”. O Workshop, organizado conjuntamente pelos parceiros do projeto, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), Cevargado - Alimentos compostos Lda., Ancra - Associação Nacional dos Criadores da Raça Arouquesa, Carnarouquesa - agrupamento produtores de Bovinos da Raça Arouquesa CRL, contou com a presença de 10 criadores da Raça, para alem dos diretamente envolvidos no projeto. O objetivo foi apresentar e discutir os dados obtidos a partir dos trabalhos de campo e demonstrar a importância da utilização do suplemento em situações de carência de alimento ou na fase de acabamento dos animais, contribuindo assim para uma melhoria nos resultados produtivos dos animais e aumento do rendimento dos produtores.

Após a abertura do Workshop pelo presidente da ANCRA Dr Fernando Moreira, os trabalhos iniciaram-se com a apresentação do projeto pelo coordenador do grupo operacional Prof. Carlos Venâncio, seguindo-se a apresentação dos resultados obtidos nos ensaios de crescimento pelo Eng Duarte Moreira. O ensaio foi constituído por cinco grupos representativos dos diversos modos de criação utilizados atualmente nesta raça com abates aos 9 ou 11 meses. Aos quais foram administrados nos respetivos grupos as três formulações diferentes do novo suplemento. O efeito desta suplementação contribuiu para um ganho médio diário de 100-200 gramas/dia por animal e ao abate obtiveram-se carcaças mais uniformes. Para além disso, foi realçado a importância da qualidade da pastagem, do aleitamento materno e da utilização de uma suplementação adequado para equilibrar as necessidades de acordo com recursos de cada exploração.

Na discussão intervieram o Eng. Pedro Pereira da empresa Cevargado, o Eng. Manuel Cirnes da ANCRA/Carnarouquesa e da UTAD a Prof. Maria José Gomes, Prof José Carlos Almeida e Prof Luis Mendes Ferreira. Num dialogo muito participado com os criadores, em que deram o testemunho da sua experiencia, foi possível esclarecer a importância de poder utilizar programas alimentares específicos e de vários “mitos” quanto à utilização dos suplementos. Foi também realçado o risco de alteração das características da carne com a tendência em utilizar novos recursos alimentares de menor custo, como são o caso das silagens. O objetivo foi plenamente atingido confirmando-se o interesse dos intervenientes em discutir os resultados obtidos e na recetividade demonstrada para aplicar as soluções propostas.

Better Training for Safer Food (BTSF)

Better Training for Safer Food (BTSF)

Better Training for Safer Food (BTSF) é uma iniciativa da Comissão da União Europeia com o objetivo de organizar a formação estratégica a nível europeu em áreas como legislação alimentar, legislação de alimentação animal e regras de saúde e bem-estar animal. Esta formação é desenvolvida especificamente para profissionais das entidades competentes dos estados membros que estão envolvidos nas atividades dos controlos oficiais. Assim, procura-se assegurar que os controlos são realizados de forma mais uniforme, objetiva e adequada em todos os Estados Membros.

No âmbito do curso 2 – Regras de Higiene em Alimentação Animal e Auditorias HACCP na União Europeia a Cevargado foi convidada a abrir as suas portas e receber o curso. À semelhança do que já havia sido realizado em 2017 e 2018, a Cevargado teve mais uma vez o enorme prazer e orgulho em receber na empresa cerca de 30 pessoas provenientes de toda a União Europeia bem como de outros países como Turquia, Albania, Argentina e Marrocos. As visitas iniciaram-se com uma reunião de trabalho seguida de visita às instalações.

Comunicado

Comunicado

A Vitaligado, SGPS, Lda, empresa do Grupo Agros, e a Sociedade Agro-Pecuária de Aguçadoura, Lda., acordaram a 3 de setembro de 2019 a compra pela primeira dos 50% do Capital Social detidos pela segunda na empresa CevarGado.

Esta operação, tida de elevada importância para o Grupo Agros, assegurará também a continuidade do trabalho de excelência desempenhado pela CevarGado junto dos seus clientes.

Nesse sentido, assegurou-se a manutenção de toda a estrutura técnica, comercial e de gerência, e estamos seguros que, em conjunto com aqueles que sempre a dirigiram e todos os que sempre acreditaram neste projeto e nesta empresa, enquanto referência de qualidade na produção de alimentos compostos para animais, continuaremos no futuro a ver garantidas, e porventura melhoradas, as expectativas nela sempre depositadas.

AgroSemana

AgroSemana

Informamos os nossos clientes que estaremos presentes na AgroSemana-Feira Agrícola do Norte, o grande evento de carácter técnico-comercial organizado pelo Grupo Agros, que decorre no Espaço Agros, em Vila do Conde, entre os dias 29 de Agosto e 01 de Setembro.

Feira Anual da Trofa

Feira Anual da Trofa

Informamos os nossos estimados clientes e amigos que marcaremos mais uma vez presença na Feira Anual da Trofa, a realizar nos dias 1,2 e 3 de Março 2019. Desde logo aguardamos e agradecemos a vossa visita.

Feira Anual da Trofa

Better Training for Safer Food (BTSF)

Better Training for Safer Food (BTSF) é uma iniciativa da Comissão da União Europeia com o objetivo de organizar a formação estratégica a nível europeu em áreas como legislação alimentar, legislação de alimentação animal e regras de saúde e bem-estar animal. Esta formação é desenvolvida especificamente para profissionais das entidades competentes dos estados membros que estão envolvidos nas atividades dos controlos oficiais. Assim, procura-se assegurar que os controlos são realizados de forma mais uniforme, objetiva e adequada em todos os Estados Membros.

No âmbito do curso 2 – Regras de Higiene em Alimentação Animal e Auditorias HACCP na União Europeia a Cevargado foi convidada abrir as suas portas e receber o curso. No dia 22 de Novembro de 2017 e no dia 13 de Março de 2018 visitaram a empresa cerca de 60 pessoas provenientes de toda a União Europeia bem como de outros países como Turquia, Líbano, Bósnia Herzegovina, Argentina e Montenegro. As visitas iniciaram-se com uma reunião de trabalho seguida de visita às instalações. Foi com enorme prazer e orgulho que a Cevargado integrou esta iniciativa.

Feira Anual da Trofa

Feira Anual da Trofa

Informamos os nossos estimados clientes e amigos que marcaremos mais uma vez presença na Feira Anual da Trofa, a realizar nos dias 2,3 e 4 de Março 2018.

Este ano e pela primeira vez, a Cevargado partilhará um espaço com a Ucanorte XXI, na sequência do avanço da parceria estabelecida com o grupo Agros.

Desde logo aguardamos e agradecemos a vossa visita.

Visita Delegação Aprolep

Visita Delegação Aprolep

Foi com enorme satisfação que a Cevargado recebeu no passado dia 21 de Fevereiro, a visita de um grupo de associados da APROLEP.

Esta visita que muito nos honrou, proporcionou a partilha e troca de informações diversas, e a oportunidade de conhecer as nossas instalações e comprovar o grau de evolução tecnológica das mesmas.

A todos, o nosso muito obrigado.

AgroSemana

AgroSemana

A CevarGado convida todos os seus clientes e amigos a visitar o seu stand na AgroSemana, evento de referência do setor agrícola, que terá lugar no espaço AGROS entre os dias 31 de Agosto a 3 de Setembro de 2017.

Comunicado

Comunicado

A Sociedade Agro-Pecuária de Aguçadoura, Lda e a Agros, SGPS comunicam que, nesta data, contratualizaram a partilha do capital social da Cevargado - Alimentos Compostos, Lda, passando a mesma a ser detida por ambas em partes iguais.

A nova estrutura de capital da Cevargado marca o início de uma nova etapa na vida da empresa unindo as sinergias de dois grupos de referência no sector agrícola nacional.

A solidez das fundações dos novos parceiros, alicerçada na sua experiência e reputação, permitirá introduzir nova massa crítica que ambiciona criar uma nova dimensão e dinâmica com o desígnio de tornar a CEVARGADO líder de mercado dos alimentos compostos para animais a norte de Portugal.

Fortalece-se, por esta via, um projeto já grande, com a determinação de crescer, buscando sempre fazer mais e melhor por aqueles que sempre nele acreditaram.

Vila do Conde, 12 de Maio de 2017

XV Concurso da Raça Holstein Frisia – Feira Anual da Trofa

XV Concurso da Raça Holstein Frisia – Feira Anual da Trofa

A Grande Campeã da Trofa do XV Concurso da Raça Holstein-Frisia, ponto alto da da Feira Anual da Trofa, realizada em 4 e 5 de Março de 2017, foi novamente a Encanto Sid 362, da exploração Encanto Natural, que repetiu a proeza de 2016, tendo sido igualmente considerada a vaca possuidora do melhor ubre do concurso.

Também Pereira Meridian Dinora da exploração Vilas Boas &Pereira, conseguiu pela segunda vez o título Grande Campeã Jovem. O título de Vitela Campeã foi para VL High Octane 812 da exploração Vale de Leandro e o título de Novilha Campeã foi atribuido a Pereira Sid Barbie da Vilas Boas & Pereira.

Finalmente destaque para o galardão de Melhor Criador, que foi atribuido a Encanto Natural - Agro-pecuária, Lda. Parabéns da Cevargado a todos os excelentes criadores vencedores e aos demais participantes do concurso.

Feira Anual da Trofa

Feira Anual da Trofa

A cevarGado participou, mais uma vez, de forma ativa e bem sucedida na Feira Anual da Trofa, apresentando ao mercado e ao público em geral a sua oferta para o sector.

Laboratório

Carrefour cede aos produtores de leite galegos.
Garantido preço mínimo e informação de origem do leite.

De acordo com notíca publicada no final de 2015 pelo jornal online espanhol “vozpópuli”, na sua secção de economa e finanças, a cadeia francesa de distribuição Carrefour, a operar na Galiza, cedeu às insistentes pressões dos produtores de leite, que se concentraram em frente aos supermercados e centros logísticos desta marca em cidades como Santiago, Lugo, La Coruña, entre outras.

Segundo o mesmo jornal, o acordo alcançado implica o pagamento pela cadeia Carrefour aos produtores de leite, de um preço mínimo de 33,8 cêntimos por litro e uma subida imediata de dois cêntimos nos pagamentos do leite Celta e Lactalis, os seus fornecedores de marca branca.

Quase tão importante como a subida do preço, segundo os representantes dos produtores, é o compromisso da companhia de informar os consumidores da proveniência do leite, evitando assim que leite importado de França e processado em Espanha, fosse vendido com a etiqueta de “produto local”.

Para leitura da notícia completa:
http://vozpopuli.com/economia-y-finanzas/73449-carrefour-claudica-ante-los-ganaderos-gallegos-pagara-precio-minimo-y-avisara-si-su-leche-es-extranjera#.Vo0cqna6NOI.hotmail

Laboratório

ISO 22000:2005

A cevarGado orgulha-se de comunicar a renovação do estatuto de empresa certificada pela norma NP EN ISO 9001:2008 e a concessão da certificação pela norma NP EN ISO 22000:2005, sendo o culminar de todo o esforço da equipa cevarGado.

http://www.sgs.com/en/Our-Company/Certified-Client-Directories/Overview.aspx

Laboratório

Laboratório Fastlab

Dispomos de um laboratório na empresa que nos possibilita efetuar análises de forragens em tempo real.

A cevarGado orgulha-se de ter alcançado mais um objetivo muito ambicionado, o laboratório.
Esta nova infraestrutura possibilita-nos um maior e melhor controlo das matérias-primas e produto acabado.

A partir de agora estaremos disponíveis para prestar o serviço de análise de forragens dos nossos clientes respondendo assim de forma mais rápida às suas necessidades.

Laboratório

Foto PEDRO GRANADEIRO/GLOBAL IMAGENS

Cliente Campeão

Era a mais nova em prova, com menos de três anos de idade. Ainda assim, "arrasou" a concorrência. Fez jus ao nome e, uma semana depois do fim do Mundial, provou que, seja no futebol, seja nas vacas, Messi é sempre nome de campeão.

Esta Messi é uma "ela" e foi, ontem, eleita "Vaca Grande Campeã" no fecho da Agroleite 2014. Durante quatro dias, milhares passaram pela Feira do Leite em S. Pedro de Rates, na Póvoa de Varzim.

"Comprei a avó dela noutra exploração. Na altura, já gostei muito dela. A mãe era um bom animal, mas mais para produção leiteira do que para concursos. Depois escolhi um touro canadiano e, claro, que também é um pouco de sorte, porque na genética 1+1 não são sempre 2", explicou, satisfeito, Leonel Barbosa. O produtor de 28 anos, com exploração em Poiares, Ponte de Lima, viu, ontem, reconhecido o trabalho. Messi foi eleita "Melhor Ubre", "Melhor Vaca Jovem" e, finalmente "Vaca Grande Campeã".

O concurso da raça holstein-frísia, que ontem foi o ponto alto do último dia da Agroleite, reuniu, este ano, um número recorde de 140 animais provenientes de mais de uma dezena de explorações de Ponte de Lima, Barcelos, Maia, Póvoa de Varzim e Vila do Conde. "

Leonel Barbosa trouxe apenas oito vacas. Depositava esperanças em Messi, mas não para "Grande Campeã", onde "pela primeira vez, ganhou a vaca mais jovem", que arrumou a concorrência (composta por vacas com 3, 4 e 5 anos). Foi o primeiro concurso de Messi e, tal como o outro Messi no futebol, quem sabe se não foi o primeiro de muito prémios.

Aos 34 meses, Messi, a vaca, produz 40 litros de leite por dia e é uma das 62 vacas que Leonel Barbosa tem em produção. A exploração, que vende o leite para a Agros, produz 2200 litros por dia. Leonel herdou-a dos pais e, há três anos, decidiu agarrar o negócio "com unhas e dentes". Apostou na modernização e na genética como forma de melhorar os animais e deles tirar melhor rentabilidade. Agora, só pede "que a crise do setor termine rapidamente".

In Jornal de Notícias Online edição de 21/07/2014.

Messi de Ponte de Lima é campeã das vacas - JN

Apoios Qren Apoios Qren Apoios Qren
Compete 2020 Portugal 2020 Apoios Qren